Mudinhas de Espinafre [13.11.12]

Mudinhas de Espinafre são pílulas pop, comentários (nem sempre) curtos e sem profundidade sobre coisas bacanas que você deveria ver, ouvir, ler. Ou não.

HQ

Happy!


HAPPY! ISSUE #1

Publisher:Image

Happy! #1


HAPPY! ISSUE #2

Publisher:Image

Happy! #2

Minissérie em 4 edições, dos excelentes Grant Morrison (We3, All-Star Superman) e Darick Robertson (Transmetropolitan), projeto “creator-owned“, saindo pela Image Comics.

Nos 2 episódios que saíram até o momento, somos apresentados a Nick Sax, ex-detetive da polícia, atual matador de aluguel, que é perseguido pela máfia devido a um suposto segredo que apenas ele conhece e que pode levar a uma grana preta, herança de seu último “serviço”.

Seu parceiro é um diminuto unicórnio azul alado (!), que só Nick enxerga e ouve. Happy é seu nome, e ele se parece e se comunica como um cartoon para crianças pequenas. Mais do que alucinação, Happy alega ser o amigo imaginário de uma garotinha chamada Hailey, que corre perigo de morte. Nick é sua única esperança.

Happy!

É a partir desse argumento, misturando a candura da infância com um grau de violência de chocar adultos, que Morrison e Robertson desenvolvem um thriller surreal que ecoa Tarantino e O Silêncio dos Inocentes.

Não está entre os melhores trabalhos da dupla, no entanto. A arte parece meio travada, dura. E a trama não deslancha: o escocês parece mais preocupado em bater o recorde de escrever a palavra “Fuck” do que em dar fluidez ao roteiro. Mesmo assim, os ganchos dessas duas edições foram suficientemente bons para fazer querer saber o que acontecerá a seguir. Isso, e o fato de Happy! ser uma história fechada com apenas mais dois números.

séries

(fdp)

Falta um episódio para encerrar o seriado sobre a vida de um juiz de futebol.

Depois das primeiras impressões, já dá pra cravar que (fdp) teve muito mais acertos do que erros. méritos de toda a equipe, em especial do texto de José Roberto Torero.

O final da temporada no próximo domingo promete pegar fogo, com a final da Libertadores, o peso do suborno, a reputação de Juarez em jogo e a retomada do relacionamento com a ex-esposa por um fio.

Só espero que a promessa de um final bombástico se concretize e que não sejamos nós a gritar filho da puta no último instante antes dos créditos. Como diz o chefe da arbitragem: não vai cagar, Juarez!

música

La Futura – ZZ Top

”]La Futura - ZZ Top

O ZZ Top é possivelmente a banda mais subestimada da história do rock.

A impressão que tenho é que todo mundo conhece o visual do power trio, os óculos escuros e as longas barbas de Billy Gibbons e Dusty Hill, mas que pouca gente realmente ouve o seu som. Uma pena, já que o ZZ Top está para o blues rock assim como o AC/DC está para o hard rock e o Ramones para o punk rock.

La Futura, o novo álbum lançado no último 7 de setembro, traz o ZZ Top no auge da experiência de mais de 40 anos de estrada, fazendo um rock'n'roll blueseiro, pesado, sujo e caipira. É um disco nota 9: a única mancada é a faixa 4 – Over You, uma balada brega que lembra os piores momentos farofa do trio nos anos 80, como a irritante Rough Boy.

De resto, é a trilha perfeita para acompanhar uma cerveza e um burrito no seu bar Tex-Mex favorito.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s