espinafrando a estreia: Homens, Mulheres & Filhos

Com esse título, Homens, Mulheres & Filhos, é de se esperar o tratado definitivo sobre as pessoas e suas relações. Para completar, a primeira sequência mostra a Voyager navegando pelo espaço, com uma narradora onisciente (a britânica voz de Emma Thompson) nos apontando como é imenso este universo que habitamos, e o quão ínfimos nós somos no grande esquema das coisas. Só que essa abordagem macro —a galáxia— para tratar do microcosmo dos relacionamentos humanos —alunos de uma escola e seus familiares— mostra-se dispensável no conjunto final.

Tal qual um Short Cuts do séc. XXI, Jason Reitman compõe um panorama das frustrações existenciais, sexuais e afetivas de pessoas tão conectadas com o virtual, que se afastaram —ou evitam— seus dilemas no mundo real. Aqui, ele abafa o humor natural presente em seus outros trabalhos, construindo aquilo que pode ser chamado de um primo de 2º grau de Ela (de Spike Jonze), mas que ressoa mais fortemente em Felicidade (de Todd Solondz).

Há um panorama com muitos personagens: um casal de longa data (Adam Sandler e Rosemarie DeWitt) em que ambos perderam o tesão e interesse pelo outro, e vão se satisfazer pela internet; o filho adolescente deles, Chris (Travis Tope), que é vidrado em pornografia online, mas também tem uma queda pela cheerleader Hannah (Olivia Crocicchia) —que quer ser uma celebridade; a mãe desta, Donna (a ótima Judy Greer), que almeja transformar sua filha em um estrela a qualquer custo, inclusive com a criação de um site “artístico” para a filha; Kent (Dean Norris, a cada dia mais experiente e sensível depois de seu grande momento em Breaking Bad), que foi abandonado pela esposa e agora cuida sozinho de seu filho; este é Tim (Ansel Elgort), que perdeu o interesse em jogar futebol americano por sua escola, tem uma outra vida online em um jogo multiplayer, mas fica subitamente atraído pela desencanada Brandy (Kaitlyn Dever), que tem sua vida, celular e computador esmiuçados por sua mãe Patricia (Jennifer Garner), uma mulher paranóica e obcecada com a segurança de sua filha.

Muitas pessoas, muitas tramas, muitos dramas. Alguns não se resolvem a contento, sendo negligenciados a um segundo plano no último arco da narrativa. Mas até lá, todos fluem bem, cada qual com seu peso e ritmo dentro da edição. Os destaques no elenco vão para um contido Adam Sandler (longe do seu habitual registro cômico) e o casal fofo formado por Ansel Elgort (que já participou do hit choroso A Culpa É das Estrelas) e Kaitlyn Dever. A química do casal funciona muito bem —e dá vontade de ver um spin off só com os dois—, e é o vértice dramático que melhor mostra que uma relação de verdade ainda pode existir, sem se contaminar pelo avanço das tecnologias.

Um dos pontos que o diferencia de tantos outros multiplots é justamente esse quê de tempos modernos que ele evoca por conta do mundo online e virtual, onde todos os personagens interagem, mas sem soar pretensamente e previamente datado. Facebook, mensagens de celular, aplicativos e sites de relacionamento: muitas ferramentas de comunicação que justamente minam a falta que ocorre nas relações reais. A forma simples e orgânica como Reitman dispõe essas mensagens nas cenas torna tudo dinâmico e de fácil compreensão, sem recorrer a clichês básicos como os personagens lendo as mensagens em voz alta ou em off.

Mais fácil é conversar a distância, ser atrevido, buscar prazeres ocultos ou mesmo desabafar com o outro. Mais fácil do que encarar olho no olho, e ter a sinceridade —e a fragilidade— de expor suas vontades para alguém, que está do outro lado da transmissão de dados. Todos mais conectados e solitários do que nunca.

Homens, Mulheres & Filhos estreia quinta-feira, 27 de novembro. ERRATA: o filme estréia dia 4 de dezembro.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s